SIGA A PREFEITURA:

Segurança pública é debatida em reunião em Chã Grande

A segurança pública no município foi tema de uma reunião realizada na manhã desta segunda-feira (9), na Escola Municipal Maria Amélia, no centro da cidade. Alunos, pais e responsáveis, bem como o secretário de educação do município, Joel Gomes, o prefeito Diogo Alexandre e o subtenente da Polícia Militar Jânio Liberato participaram do encontro. A reunião teve como objetivo apresentar a proposta de troca entre o prédio da instituição de ensino com o quartel da Polícia Militar em Chã Grande.

Durante o debate, promovido de forma aberta entre o gestor, a Polícia Militar e a população, foram apresentados os detalhes do projeto, que visa trazer o funcionamento da PM para o centro da cidade, visando assim promover mais segurança no município.

Segundo a proposta apresentada pelo prefeito Diogo Alexandre, o município poderá repassar as instalações da Escola Maria Amélia ao uso da Polícia Militar, que em troca repassaria todo o terreno onde hoje funciona o quartel, ao lado do Clube Recreativo de Chã Grande. Com isso, a administração municipal construiria uma nova escola, em um local mais amplo, dentro de, pelo menos, quatro meses, no valor inicial de R$ 200 mil. Enquanto seriam realizadas as obras para construção da nova escola, os alunos passariam a estudar em um local adaptado, ainda não definido.

A proposta apresentada pelo gestor foi aprovada pela maioria do público. A aposentada Edinelza Maria, que tem netos estudando no Maria Amélia, se disse totalmente favorável à ideia. “A mudança é boa. As crianças vão ter mais espaço e segurança também. Vai dá certo”, disse.

Segundo o subtenente Jânio Liberato, a proposta começou a ser pensada ainda em novembro do ano passado, durante as reuniões do Conselho Municipal de Segurança. “Foi discutido de forma exaustiva, onde vislumbrou-se essa possibilidade de trazer o nosso quartel aqui para o centro da cidade”, disse. “Acredito que é um projeto que vai trazer para Chã Grande uma segurança significativa, pois estaremos num ponto estratégico”, avaliou.

Para o prefeito Diogo Alexandre, a mudança foi pensada em virtude dos recentes casos na cidade, como o do arrombamento do Banco do Brasil, no ano passado. “Hoje, um dos pontos mais discutidos em todo o Brasil chama-se segurança pública. Mesmo sabendo que a Polícia Militar, toda a parte administrativa, pertence ao Governo do Estado, não poderíamos ficar omissos numa situação que tem prejudicado toda a população chãgrandense”, disse.

Para que a proposta seja levada adiante, o gestor, que também preside o Conselho Municipal de Segurança, convocou uma audiência pública para a próxima quinta-feira (12), a partir das 19h, na Câmara Municipal de Chã Grande. Caso seja de interesse da maioria do público, a proposta será encaminhada ao legislativo, através de Projeto de Lei, por parte do executivo.

Assim que receber o PL, a Câmara de Chã Grande poderá aprovar ou recusar a proposta de permuta entre a administração municipal e o Governo do Estado, em duas votações. Caso aprovada, a proposta será encaminhada ao prefeito Diogo Alexandre, que sancionará, oficializando assim a mudança da Polícia Militar para o prédio da Escola Municipal Maria Amélia. O passo seguinte será o início das obras da nova escola municipal.

Comentários